Gerais

Selecionados do Edital Gestão Escolar para Equidade – Juventude Negra participam de encontro formativo

11 setembro 2017

Começou nesta segunda-feira (11), na sede do Instituto Unibanco em São Paulo (SP), o Encontro Formativo dos projetos selecionados no II Edital Gestão Escolar para Equidade – Juventude Negra. O intuito é que até o dia 13/09 os beneficiados pelo edital troquem experiências, esclareçam dúvidas e realizem ajustes nas atividades desenvolvidas. O foco desse primeiro dia foi a apresentação e o compartilhamento dos desafios enfrentados para realizar cada projeto dentro do ambiente escolar.

O Coletivo ComuOnã, responsável pelo projeto “Autofalante: de quem é essa voz?”, por exemplo, compartilhou a trajetória das ações que estão sendo realizadas na Escola Estadual Esther Garcia, localizada no Grajaú, zona sul de São Paulo (SP). Segundo Patrícia Vaz, jornalista e integrante do ComuOnã, 22 estudantes do Ensino Médio estão envolvidos nas atividades que propõem que cada um repense o jornalismo e a própria imagem. A ideia é que no fim do ano os jovens criem uma central de notícias na escola para contar suas histórias e desconstruir o imaginário negativo do distrito onde vivem.

Por fim, Almicar Pereira, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), falou aos grupos sobre o racismo na História do Brasil e os desafios das questões étnicas nas escolas.

O Edital Gestão Escolar para a Equidade – Juventude Negra incentiva práticas de gestão escolar que buscam elevar os resultados educacionais dos jovens negros e negras na rede pública de Ensino Médio. É desenvolvido pelo Instituto Unibanco em parceria com o Baobá – Fundo para Equidade Racial e pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Dez projetos de sete diferentes estados – Acre, Alagoas, Pernambuco, São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Rio Grande do Sul – foram selecionados nessa segunda edição do edital, lançada em 2016.