TOPO

Assistência Humanitária Emergencial

Em sintonia com as demais ações do conglomerado Itaú-Unibanco, na busca por mitigar o risco de expansão e contaminação e auxiliar as populações em maior situação de vulnerabilidade diante da pandemia do novo coronavírus (COVID-19), o Instituto Unibanco anuncia o desenvolvimento de ações de auxílio emergencial. Por meio de parcerias com organizações sociais, principalmente as locais, a instituição apoiará cerca de 35 mil famílias moradoras de favelas e periferias das cidades do Rio de Janeiro, Fortaleza e Belo Horizonte, com distribuição de kits de alimentação e higiene e transferência de renda.

Através da análise de dados disponíveis pelo governo, foram identificadas as famílias em situação de extrema vulnerabilidade, com renda de até meio salário mínimo, para que recebessem os benefícios. Para atendê-las, foram firmadas parcerias com organizações locais que tenham atuação legítima nos territórios selecionados e a capilaridade necessária para a distribuição de kits e a transferência de recursos. Além disso, o Instituto Unibanco construiu um plano de trabalho com cada uma dessas entidades, que inclui o acompanhamento das ações realizadas e a distribuição de materiais informativos sobre a doença e dicas de prevenção.

Com o objetivo de compartilhar as atualizações sobre esse apoio emergencial, produzimos semanalmente o BOLETIM ASSISTÊNCIA HUMANITÁRIA NO CONTEXTO DA COVID-19. O periódico traz informações sobre parcerias firmadas, famílias beneficiadas e recursos repassados, além de destaques do período. Para além dos números, a ideia é mostrar como esse auxílio está chegando a essa população e a essas organizações e contribuindo para mitigar os efeitos negativos da pandemia nesses territórios.