JOVEM DE FUTURO

IDEB 2017 CONFIRMA IMPACTO DO JOVEM DE FUTURO

Estados parceiros do programa apresentam avanço no indicador. Resultado reforça importância da gestão escolar para melhoria da aprendizagem

9.649

gestores escolares, técnicos das regionais e das secretarias participaram dos seminários nos seis estados

A divulgação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2017 pelo Ministério da Educação, em setembro de 2018, reforçou a contribuição do Jovem de Futuro na melhoria dos indicadores educacionais de estados parceiros do programa – já constatada na avaliação de impacto.

 

Goiás segue como destaque nacional, mantendo-se na liderança com o maior índice dentre as redes estaduais, seguido pelo Espírito Santo e Ceará, que também registraram incrementos e passaram a apresentar

o 2º e o 3º melhores desempenhos no Ideb. Piauí também obteve variação positiva no Ideb, subindo da 18ª para a 16ª posição no ranking geral.

 

Ceará e Goiás já somam mais de cinco anos de parceria e Espírito Santo e Piauí, três. O Rio Grande do Norte aderiu ao Jovem de Futuro em 2017, não sendo possível ainda, portanto, atribuir a variação positiva à participação no programa. O Pará, cuja parceria se iniciou em 2015 e se encerrou em 2018, foi o único estado do Jovem de Futuro que não registrou avanço no indicador.

 

AVALIAÇÃO DE IMPACTO

 

A avaliação de impacto realizada de 2007 a 2017 nas redes estaduais que já receberam o Jovem de Futuro constatou que o programa efetivamente contribuiu para melhoria da aprendizagem nas escolas participantes.

 

Em linhas gerais, concluiu-se que o impacto sobre a proficiência em Língua Portuguesa e Matemática é de cinco pontos a mais na escala do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb).

Abrangência do Jovem de Futuro em 2018

Número de estudantes

Seminários temáticos

Com o objetivo de mobilizar os profissionais das redes e promover a reflexão sobre temas específicos, são realizados anualmente seminários estaduais. Os encontros possibilitam ainda o fortalecimento do sentimento de pertencimento e corresponsabilização entre atores das diferentes instâncias das secretarias ao estimular o compartilhamento de experiências.

 

Definidos pelas equipes técnicas das secretarias, com

apoio do Instituto Unibanco, de acordo com as demandas e conjunturas de cada estado, os temas tratados nos seminários em 2018 foram variados,

ressaltando desde a importância da participação juvenil na gestão até os desafios da tutoria educacional.

Ideb dos estados parceiros

Três estados parceiros do Jovem de Futuro estão entre as redes com melhor Ideb do País

Temáticas abordadas em cada estado:

 

  CEARÁ

  • Seminário Boas Práticas em Gestão Escolar para Resultados de Aprendizagem
  • 750 diretores, coordenadores e técnicos da equipe da Secretaria

  ESPÍRITO SANTO

  • Seminário Juventudes e Escola: A Participação que Transforma
  • 600 professores e diretores escolares da rede pública e representantes de 11 diretorias regionais do estado

  GOIÁS

  • Seminário Gestão Escolar para a Equidade: Desafios da Tutoria Educacional
  • Mais de 300 tutores educacionais e diretores do núcleo pedagógico das 40 coordenações regionais de Educação, Cultura e Esporte de Ensino Médio

  PARÁ

  • Seminário Fluxo Escolar: Desafios e Ações de Enfrentamento
  • Cerca de 460 participantes, entre diretores e coordenadores pedagógicos de 203 escolas públicas do Ensino Médio, gestores das 21 regionais e cerca de 20 técnicos da Seduc

  PIAUÍ

  • Seminário Gestão Pedagógica Orientada para Resultados de Aprendizagem: Caminhos e Desafios
  • Cerca de 540 profissionais da rede pública estadual de Ensino Médio

  RIO GRANDE DO NORTE

  • Seminário A Avaliação Externa Colaborando com os Desafios da Gestão Escolar e Educacional
  • Cerca de 400 profissionais da educação potiguar - gestores escolares, supervisores, assessores pedagógicos, gestores educacionais das regionais e técnicos da Secretaria

Só em 2018,

835.016

estudantes do Ensino Médio, de 2.266 escolas participaram do Jovem de Futuro.

JOVEM DE FUTURO RECEBE PRÊMIO INTERNACIONAL

Em novembro de 2018, o programa foi contemplado com o bronze na categoria Latin America Regional Award do Reimagine Education Awards, considerado o “Oscar” da educação. O prêmio internacional reconhece e contempla projetos com abordagens educacionais inovadoras que gerem transformações e resultados positivos na aprendizagem e na trajetória profissional dos estudantes.

 

O evento de premiação foi realizado em São Francisco, Califórnia, e o Instituto Unibanco representou o País, sendo a única organização brasileira a vencer na categoria. Saiba mais no site  https://www.reimagine-education.com/

Relatórios estaduais

Com o objetivo de sistematizar e divulgar os esforços, investimentos e resultados do Jovem de Futuro nas redes em que está presente desde o início da implementação até o presente, foram produzidos em 2018 relatórios por estado, apresentando as principais ações realizadas em cada um dos eixos de ação do programa, como formação e assessoria técnica, avaliação, mobilização e governança.

PUBLICAÇÃO SOBRE DIRETORES É INDICADA AO PRÊMIO JABUTI

Lançado em 2017, o livro digital com imagens do dia a dia de 30 gestores de escolas participantes do Jovem de Futuro foi indicado para um dos mais importantes prêmios literários do País.

 

“Ser Diretor – Uma Viagem por 30 Escolas Públicas Brasileiras”, do premiado fotógrafo e curador Eder Chiodetto, concorreu à categoria Melhor Projeto Gráfico do Prêmio Jabuti, na sua 60ª edição, em 2018.

 

O livro, que traz também textos e depoimentos dos gestores escolares, pode ser acessado no link livroserdiretor.org.br

 

 

“Antes da implementação do Programa Jovem de Futuro, fazíamos projetos, mas não entendíamos por que não conseguíamos alcançar os índices. ”

Geferson Franscisco de Souza, diretor do CEE Marcos Parente, Piauí

 

“Quem entende o conceito de gestão democrática consegue administrar bem uma escola.”

Weberson de Olveira Moraes, diretor do CE Irmã Gabriela, Goiás

 

“[os estudantes] precisam ter acesso à escola de qualidade, com professores cada vez mais comprometidos.”

Antônio Rogério Teixeira Rodrigues, diretor da EEFM Edson Corrêa, Ceará

Boas Práticas

Movido pela crença no caráter formativo do compartilhamento de experiências exitosas, o Instituto Unibanco produziu, juntamente com cada secretaria estadual parceira do Jovem de Futuro, publicações consolidando boas práticas de gestão identificadas em suas respectivas redes em 2018. Foram selecionadas ações que contribuíram para melhoria dos resultados de aprendizagem com equidade.

 

Além de valorizar o empenho e a criatividade de gestores comprometidos com o desempenho de cada um dos e das estudantes, a divulgação dessas boas práticas visa fortalecer e ampliar o campo de aprendizado colaborativo e institucionalizar o compartilhamento e troca de experiências – vital para consolidação do Circuito de Gestão, metodologia que norteia o Jovem de Futuro.

Parceiros

PDF

Equipe

Início

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2018

ES:

GO:

PA:

PI:

RN:

 

“Antes da implementação do Programa Jovem de Futuro, fazíamos projetos, mas não entendíamos por que não conseguíamos alcançar os índices. ”

Geferson Franscisco de Souza, diretor do CEE Marcos Parente, Piauí

 

“Quem entende o conceito de gestão democrática consegue administrar bem uma escola.”

Weberson de Olveira Moraes, diretor do CE Irmã Gabriela, Goiás

 

“[os estudantes] precisam ter acesso à escola de qualidade, com professores cada vez mais comprometidos.”

Antônio Rogério Teixeira Rodrigues, diretor da EEFM Edson Corrêa, Ceará

IDEB 2017 CONFIRMA IMPACTO DO JOVEM DE FUTURO