TOPO

A potência juvenil para negritar as escolas

06/11/2020 | Editado em 06/11/2020 17:36

Reportagem apresenta as contribuições do e-book idealizado pelo Instituto Unibanco e pela UNIperiferias com conteúdo que busca articular professores, alunos, pais, universidades e a própria comunidade local na perspectiva de transformar essas escolas e posicionar a juventude como beneficiária do movimento de resistência que se propõe a desnaturalizar a opressão, o racismo e o silenciamento da história dos oprimidos.

Compartilhe esta notícia!