TOPO

Editais

Conectar saberes é um dos nossos valores. Os editais são uma forma de colocarmos essa ideia em prática. Nosso principal objetivo é concretizar parcerias com organizações da sociedade civil, instituições acadêmicas e de pesquisa, fundos de direitos e justiça social entre outros afim de gerarmos coletivamente proposições para o avanço contínuo da educação pública brasileira, considerando sua multidimensionalidade e heterogeneidades regionais.

Nossa primeira experiência ocorreu em 2015, com o edital Gestão para a Equidade – Juventude Negra. O objetivo era fomentar iniciativas de gestão para equidade numa perspectiva étnico-racial em escolas públicas de Ensino Médio. Colocamos em ação uma arquitetura de trabalho composta por um fundo de direitos (Fundo Baobá), por uma universidade com especialidade nas questões étnico-raciais (UFSCAR – Universidade Federal de São Carlos) e nós participamos da parceria com nossa experiência em gestão em educação.

Nosso segundo edital foi o Gestão para Equidade – Elas nas Exatas. Tivemos como parceiros o Fundo Elas de Investimento Social e a Fundação Carlos Chagas. O edital foi focado na inserção de meninas do Ensino Médio nas carreiras de engenharia, ciências exatas e naturais. A segunda edição contou também com a participação da ONU Mulheres.

Tanto o Juventude Negra quanto o Elas nas Exatas já tiveram duas edições e você pode conferir os resultados nos links abaixo.

A partir de 2020, frente aos bons resultados alcançados, resolvemos ampliar o foco de atuação dos nossos editais para a seguinte configuração:

– Projetos e soluções: Fomentar projetos e soluções, com foco principal em gestão para equidade, a serem desenvolvidos em escolas públicas brasileiras.
– Desenvolvimento institucional: Apoiar o fortalecimento de instituições da sociedade civil cuja ação se mostre relevante para o avanço e aprimoramento da educação pública brasileira.
– Produção de conhecimento: Fomentar a produção de artigos acadêmicos sobre educação pública brasileira, por meio de parcerias com universidades públicas e privadas, através da concessão de bolsas de pesquisa para estudantes dos cursos superiores.
– Produção audiovisual: Fomentar a produção audiovisual de produtoras independentes para que voltem seus olhares para o mundo da educação e das juventudes de escolas públicas brasileiras.

Além dos nossos próprios editais, participamos também de editais realizados por outras instituições. Esse é o caso do Edital para a Equidade Racial na Educação Básica, promovido em parceria com o Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdade (CEERT), Itaú Social (FIS), Fundação Tide Setubal e Unicef.