TOPO

Apagão social em proposta de Orçamento de 2023 desafia vencedor das eleições

28/09/2022 | Editado em 28/09/2022 16:08

A proposta de Orçamento de 2023 ameaça criar um apagão em políticas sociais no país e impõe um desafio significativo ao presidente eleito e ao Congresso Nacional, que precisarão atuar em conjunto para recompor esses gastos até o fim de dezembro deste ano. O prazo é exíguo para evitar que, em janeiro, 20,6 milhões de famílias tenham um corte de R$ 200 no valor do Auxílio Brasil, 8.400 centros de assistência social reduzam seus atendimentos e 125 mil obras de casas populares sejam interrompidas —outras 15 mil já foram adiadas.

 

Compartilhe esta notícia!