TOPO

Coletânea de autores negros mapeia as raízes da desigualdade

07/10/2022 | Editado em 07/10/2022 18:46

Hélio Santos, professor mineiro, escalou 34 intelectuais, sendo 18 mulheres e 16 homens, para propor uma reflexão do bicentenário da Independência do Brasil a partir de uma perspectiva étnico-racial. A seleção resultou na coletânea “Brasil 200 anos – A resistência negra ao projeto de exclusão racial”, que será lançada em 10 de outubro, em São Paulo, e no dia 13, no Rio de Janeiro.

Compartilhe esta notícia!