TOPO

Crise no MEC: ‘revoltante ver um gabinete paralelo instrumentalizando recursos do FNDE’

28/03/2022 | Editado em 28/03/2022 15:14

Na coluna Conselho de Classe, da CBN, Ricardo Henriques, superintendente-executivo do Instituto Unibanco, repercute a segunda semana de escândalo no Ministério da Educação, que se inicia com a expectativa do ministro Milton Ribeiro deixar o cargo. O comentarista detalha ‘os muitos sinais de que os processos no MEC têm sido muito pouco republicanos’, com um ‘gabinete paralelo’, composto por pastores sem ligação com a pasta, desviando recursos do FNDE. ‘É revoltante a instrumentalização de recursos que iriam para cidades que mais precisam’, pontua Henriques.

Compartilhe esta notícia!