TOPO

Direção de escola cívico-militar no Rio é exonerada após críticas a cerimônia com alunos

26/05/2021 | Editado em 26/05/2021 16:54

Na terça-feira (25), a direção da escola municipal Cívico-Militar Carioca General Abreu foi exonerada pela secretaria municipal de Educação do Rio de Janeiro por desrespeito ao protocolo sanitário e conduta incompatível com o ambiente escolar. A decisão foi tomada após a divulgação de vídeos nas redes sociais que mostram estudantes da escola perfilados e aglomerados no pátio, durante uma cerimônia de hasteamento de bandeiras. Os alunos ainda foram obrigados a repetir frases ditas por um adulto, entre elas “Nós somos nós e o resto é o resto” e “Brasil acima de tudo, abaixo de Deus”. Após tomar conhecimento do vídeo, o Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do Estado do Rio de Janeiro (Sepe-RJ) fez uma denúncia ao Ministério Público do Estado do Rio (MP-RJ).

 

 

Compartilhe esta notícia!