TOPO

Enem tem falta recorde, mas alunos são barrados

18/01/2021 | Editado em 18/01/2021 12:44

A última edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) teve falta recorde no primeiro dia de provas (17), totalizando 51,5% de abstenções. Além disso, candidatos de pelo menos três estados afirmam terem sido barrados em seus locais de prova. Como forma de combater a disseminação do coronavírus, o Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais (Inep) havia determinado que as salas só poderiam ter, no máximo, 50% de sua lotação máxima. Houve falta de organização e de coordenação destas medidas e, deste modo, estudantes foram prejudicados por não ter como serem realocados para outras classes. O Ministério de Educação (MEC) afirmou que irá avaliar as atas dos locais de provas e que vai garantir a realização do ENEM para os alunos barrados nos dias 23 e 24 de fevereiro.

 

Compartilhe esta notícia!