TOPO

Gestão Escolar para Equidade Racial é tema de seminário promovido pelo Instituto Unibanco

13/08/2014 | Editado em 13/08/2014 16:35

Evasão escolar, repetência e baixo nível de aprendizagem são recorrentes na educação brasileira, principalmente na rede pública de ensino. Essa situação se agrava de acordo com a raça. Um levantamento do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), de 2012, mostrou que mais de 1,5 milhão de adolescentes, entre 15 e 17 anos, estão fora da escola e, desses, 61,2% são negros.

Para fomentar a discussão sobre o impacto da desigualdade racial no ensino brasileiro e lançar o Edital Gestão Escolar para Equidade – Juventude negra, o Instituto Unibanco, o Fundo Baobá para Equidade Racial e o Núcleo de Estudos Afrobrasileiros da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) realizam no próximo dia 19 de agosto (terça-feira) um seminário, no Museu Afro Brasil, em São Paulo, a partir das 13h30.

O evento reunirá especialistas e profissionais ligados à educação e à questão racial para discutir os desafios e estratégias para uma gestão escolar que construa relações de equidade racial na escola, levando à melhoria dos resultados educacionais de jovens negros, principalmente no Ensino Médio. Entre eles estão Macaé Maria Evaristo dos Santos, secretária de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão do Ministério da Educação (Secadi); Valter Silvério, professor da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar); e Cristina Trinidad, oficial de projetos do setor de educação da UNESCO.

O edital, aberto a escolas e organizações não governamentais, tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento e a implementação de práticas inspiradoras de gestão escolar que busquem elevar os resultados educacionais dos jovens negros e negras. As organizações selecionadas poderão pleitear um apoio de até R$ 30.000 (trinta mil reais) para a realização dos projetos.

O seminário terá duas sessões. Na primeira, moderada por Ricardo Henriques, superintendente do Instituto Unibanco, serão discutidos os desafios para a implementação de uma gestão escolar voltada para a equidade racial, de modo a melhorar os resultados educacionais de jovens negros e negros, abordando também a maneira como a escola lida com as desigualdades raciais. A participação de representantes governamentais permitirá um debate sobre a situação atual das políticas públicas.

Um dos desafios do Ensino Médio na atualidade é o descompasso entre o que a escola oferece e as expectativas dos jovens. A partir deste diagnóstico, a segunda mesa do seminário debaterá até que ponto uma escuta ativa dos jovens pode elevar a capacidade da escola para enfrentar as desigualdades raciais.

O seminário é voltado aos representantes de organizações ligadas aos movimentos negros, direitos humanos e educação, professores, profissionais da educação, gestores públicos, acadêmicos e demais interessados. As inscrições para o seminário podem ser feitas clicando aqui.

 

SERVIÇO

Seminário: Gestão Escolar para Equidade – Juventude negra

Data: 19 de agosto

Horário: das 13h30 às 18h15

Local: Museu Afro Brasil – Parque Ibirapuera, São Paulo – SP

Av. Pedro Álvares Cabral – Portão 10

 

Compartilhe esta notícia!