TOPO

MEC dissolve grupo que iria renovar o Ideb e especialistas temem interferência ideológica 

24/03/2021 | Editado em 24/03/2021 14:30

O Ministério da Educação (MEC) dissolveu um grupo de especialistas que discutia a renovação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), principal avaliação nacional da qualidade da educação, e repassou a tarefa para a secretaria executiva, um órgão político. De acordo com os servidores ouvidos pelo jornal, esta medida faz parte do fortalecimento de Carlos Nadalin, principal representante da ala ideológica mais conservadora na pasta. Secretário de Alfabetização do MEC, ele é seguidor de Olavo de Carvalho e próximo da família Bolsonaro.

 

 

 

 

Compartilhe esta notícia!