TOPO

Número de calouros negros da Unesp cresce quase 90% nos últimos dez anos

18/11/2020 | Editado em 18/11/2020 13:23

O vestibular da Universidade Estadual Paulista (Unesp) de 2020 registrou 24% de matrículas de estudantes pretos e pardos, enquanto há dez anos, o índice foi de 15%. Os dados constam no relatório elaborado pela Vunesp, organizadora dos vestibulares da instituição paulista. Em 2010, eram 949 negros matriculados e, em 2020, o número saltou para 1.798 negros. A instituição é pioneira entre as três universidades estaduais paulistas no sistema de reserva de vagas para egressos de escolas públicas e para Pretos, Pardos ou Indígenas (PPI).

Compartilhe esta notícia!