TOPO

Pandemia provoca abandono e retrocesso na educação, dizem estudos 

27/01/2021 | Editado em 27/01/2021 15:09

De acordo com pesquisa realizada pelo Instituto Datafolha, cerca de 4 milhões de pessoas abandonaram os estudos em algum grau de ensino nos últimos meses. Este contingente se refere a 8,4% de estudantes de 6 a 34 anos que estavam matriculados antes do período pandêmico. Os principais motivos do abandono são questões financeiras e a falta de acesso a aulas remotas em ambientes virtuais. Problemas apontados, na maioria das vezes, pelos mais pobres. Na educação básica, 10,8% dos alunos do ensino médio não continuaram a formação; e 4,6% dos estudantes do ensino fundamental pararam com a rotina escolar. A pesquisa evidencia como a educação reflete a desigualdade social do país. A maioria dos abandonos no ensino básico foi feita pelas classes D e E (10,6%), enquanto na classe A apenas 6,9% dos alunos desistiram.

 

Compartilhe esta notícia!