TOPO

Superintendente do IU debate sobre jovens e mercado de trabalho na TV Cultura

30/07/2014 | Editado em 30/07/2014 09:06

Nesta quarta-feira, 29 de julho, o superintendente do Instituto Unibanco, Ricardo Henriques, participou do programa JC Debates, da TV Cultura, em São Paulo (SP). O tema abordado foi jovens e o mercado de trabalho.

Para conferir o programa na íntegra, clique aqui.

Foram discutidas questões como a relação dos jovens com a educação e o trabalho; o que as novas gerações que saem das faculdades esperam do mercado de trabalho; se a falta de sucesso na sala de aula pode refletir na escola de uma carreira; e como deixar a escola mais interessante. A economista e professora da PUC-SP Marcia Flaire Pedrosa também participou do debate.

A jornalista Andresa Boni, que mediou o debate, trouxe um levantamento realizado em 2013 pelo Censo da Educação Básica, que revelou que mais de 8 milhões de alunos brasileiros são repetentes em pelo menos dois anos na escola.

Segundo o Ricardo Henriques, isso acontece porque a escola ficou muito desinteressante. “Ela não está adaptada ao mundo que vivemos hoje. É uma escola do século 19, com professores do século 20 e alunos do século 21. Hoje, no Ensino Médio, temos 14 a 16 matérias obrigatórias completamente enciclopédicas. Então, você restringe a capacidade de escolha dos meninos e das meninas. Eles têm que saber tudo de física, de química, de biologia. Tudo é relevante, mas você massacra com conteúdo enciclopédico e com pouca visibilidade de qual é o uso real daquilo”, explicou.

Para ele, é necessário fazer com que a educação seja uma prioridade. “Se isso for uma construção da sociedade brasileira, os governos e os tomadores de decisão vão fazer caminhos reais e efetivos para isso. É viável, isso acontece no mundo, é só a gente se alinhar nessa direção”, completou.

 

Compartilhe esta notícia!