TOPO

Um ano para lidar com o ensino remoto 

17/03/2021 | Editado em 17/03/2021 15:45

Ângela Mathylde, psicopedagoga e neurocientista, escreveu para o jornal o Estado de Minas sobre os aprendizados e desafios para a educação durante a pandemia do coronavírus.  Segundo ela, há um consenso no meio acadêmico de que, com a realidade imposta pela pandemia, não é conveniente, simplesmente, transferir a metodologia do ensino tradicional para o virtual. É necessário construir um plano para essa nova realidade. Além disso, é necessário lembrar que a dicotomia no aprendizado de estudantes de classes sociais diferentes foi outro aspecto que ficou bastante evidente desde o fechamento das escolas.  Ângela afirma ser urgente a elaboração de um novo projeto pedagógico consistente para todos serem favorecidos. Para tanto, os principais responsáveis por promover a educação, secretarias de educação e o Ministério da Educação (MEC), devem assumir suas responsabilidades. Depois de um ano de pandemia, não se pode mais aceitar a desculpa de que todos ainda estão se acostumando como o “novo normal”.

 

Compartilhe esta notícia!