TOPO

Webinário discute protagonismo juvenil e retomada do Circuito de Gestão no Piauí

24/11/2020 | Editado em 11/12/2020 13:43

Evento realizado pela Secretaria de Estado da Educação do Piauí (SEDUC-PI) e o Instituto Unibanco contou com mais de 500 participantes

No dia 19 de novembro, a Secretaria de Estado da Educação do Piauí (SEDUC-PI) e o Instituto Unibanco realizaram o webinário A Retomada do Circuito de Gestão e a Importância da Participação Estudantil. Primeiro da série Processos de Gestão e Aprendizagem em tempos de pandemia, que traz o Circuito de Gestão como um apoio de planejamento à rede estadual de educação. O encontro, transmitido pelo Canal Educação, contou com a participação de Maria Júlia Azevedo, gerente de implementação de projetos do Instituto Unibanco; Gabriel Medina, analista do Instituto Unibanco e especialista em juventudes; Maria José Neta, diretora da Unidade de Ensino e Aprendizagem da SEDUC-PI; e Sthefany Sousa, estudante do terceiro ano do Ensino Médio da Escola Estadual Didácio Silva, em Teresina (PI). A mediação foi de Viviane Carvalhedo, diretora da Unidade de Mediação Tecnológica da SEDUC-PI.

Abrindo o evento, Maria Júlia Azevedo fez uma breve apresentação sobre o funcionamento do Circuito de Gestão, implementado no estado por meio da parceria com o Programa Jovem de Futuro, que busca garantir a aprendizagem para todas e todos os estudantes da rede, com planejamento estratégico para a Secretaria de Educação. Para ela, a metodologia terá um papel muito importante para os gestores no enfrentamento aos desafios impostos pela pandemia.

“Nós, da Educação, precisamos olhar para o que aprendemos durante esse período, como fizemos a interlocução entre professores e estudantes e compartilhar as estratégias que deram certo. É isso que nos faz hoje ter uma ação mais assertiva”, explicou.

Gabriel Medina, por sua vez, refletiu sobre a necessidade de se colocar o jovem como protagonista das discussões da Educação e da gestão escolar.

“Precisamos garantir equidade e fazer com que todos tenham o direito de discutir e pensar a escola. Só conseguiremos transformar a sociedade a partir das novas gerações, que vão provocar e questionar os conhecimentos construídos ao longo da história. É fundamental a promoção de relações intergeracionais com respeito e troca, que por um lado valorizem o conhecimento acumulado pelos mais velhos e, por outro, incentivem a curiosidade do jovem para que seja sujeito ativo na transformação da sociedade. Precisamos de uma nova perspectiva de gestão, na qual os jovens estejam no centro do processo”.

Já a estudante Sthefany Sousa destacou a sua experiência como aluna da rede, reforçando a importância de uma participação democrática dos estudantes na gestão da escola, ainda mais necessária neste momento de pandemia.

“A escola precisa ouvir os estudantes e estar atenta às suas demandas. A participação do aluno vai muito além da presença em aulas, a escola deve mostrar a importância de sermos seres ativos de transformação na sociedade”, afirmou.

Para a professora e diretora escolar Maria José Neta, deve-se valorizar os aprendizados acumulados ao longo da suspensão das aulas presenciais e fugir da ideia de que 2020 seria um ano perdido.

“A pandemia nos trouxe muitos ensinamentos. Foi uma oportunidade para melhorarmos o processo de formação e de crescimento para os gestores e professores”, afirmou.

Para assistir ao webinário A Retomada do Circuito de Gestão e a Importância da Participação Estudantil, acesse:

Compartilhe esta notícia!