TOPO

60% dos estados monitoram acesso ao ensino remoto: resultados mostram ‘apagão’ do ensino público na pandemia

08/07/2020 | Editado em 08/07/2020 15:19

Levantamento do G1 junto às secretarias estaduais de educação aponta que 60% dos estados monitoram acesso ao ensino remoto e que as aulas on-line não são acompanhadas por todos os alunos. Isso significa que, apesar dos esforços das redes, parte dos estudantes pode não ter acesso à educação na pandemia. Ricardo Henriques comenta na reportagem que, como as diferenças entre alunos e escolas são estruturais, quanto mais longa for a exposição ao ensino remoto, maior será o aumento da desigualdade já existente, entre redes de ensino e dentro de uma mesma turma.

Compartilhe esta notícia!