TOPO

Brasil é a sede do Mundial de Futebol de Rua

08/07/2014 | Editado em 08/07/2014 12:44

De 1º a 12 de julho, a capital paulista será sede do Mundial Futebol de Rua, evento que reúne 300 jovens de 20 países de todos os continentes. Estima-se um público de 10 mil pessoas durante o torneio da modalidade esportiva criada para acompanhar processos de aprendizagem e inclusão social junto a adolescentes e jovens.

Em iniciativa organizada pelo Movimiento de Fútbol Callejero, rede latino-americana que envolve 12 países, o evento aborda temas como violência, discriminação e exclusão social por meio da metodologia do Fútbol Callejero (em português: Futebol de Rua). Esta prática esportiva e sociopedagógica idealizada por Fabian Ferraro, ex-jogador de futebol argentino, busca no futebol uma estratégia para recuperar valores humanistas e impulsionar o desenvolvimento de lideranças, gerando processos comunitários solidários de transformação.

Mais de 200 organizações em todo o Mundo praticam o Futebol de Rua, mobilizando cerca de 100 mil crianças, adolescentes e jovens. Vários desses coletivos já participaram dos Mundiais realizados em 2006 na Alemanha e 2010 na África do Sul através do Street Football. Em 2014, no Brasil, o evento será independente e conta com inúmeros parceiros e apoiadores, como Ação Educativa, Instituto Unibanco, FUDE, Prefeitura de São Paulo, Terre des Hommes, Tribunal de Justiça de SP e outros.

Serão 24 delegações de 20 países, que ficarão hospedadas em 6 CEUs (Centro de Educação Unificado), localizados em bairros da periferia paulistana. Na primeira fase do campeonato, além das partidas eliminatórias – das quais apenas 16 times passam para a próxima etapa – estes centros vão receber atividades culturais e debates promovidos em articulação com as comunidades do entorno.

Mais informações: www.mundialfutebolderua.org e www.facebook.com/mundialfutebolderua

Compartilhe esta notícia!