TOPO

Com medo de ir à escola e sair de casa, jovens enfrentam ‘síndrome da gaiola’ 

26/04/2021 | Editado em 26/04/2021 15:21

Apesar da autorização da volta às aulas presenciais, adolescentes não querem retornar. Após mais de um ano sem sair de casa para assistir aulas, ver amigos, ir a festas e namorar, jovens com crises de pânico e ansiedade se tornaram comuns na pandemia. Para o psiquiatra da infância e adolescência, da Associação Brasileira de Psiquiatria, Gabriel Lopes, esses adolescentes podem ter a síndrome da gaiola. Nomeada pelo especialista, na síndrome, a gaiola é aberta, mas o pássaro não quer sair.  “O que mais me deixa preocupado é a desesperança que vejo em adolescentes”, diz Lopes. Pais e médicos têm demonstrado grande preocupação porque, para eles, a escola é um ambiente para criação de valores, noções de sociedade, regras, politização, independência e habilidade de lidar com conflitos.

 

 

Compartilhe esta notícia!