TOPO

Corte no orçamento do MEC e verba a mais para militares: o que poderia ser feito com os bilhões que devem sair da educação

25/08/2020 | Editado em 25/08/2020 11:26

Com a previsão de que o Ministério da Educação tenha queda nos recursos – justamente no ano em que o impacto da pandemia exigirá adequações nas escolas, Ricardo Henriques falou à reportagem do G1 apontando que um corte como esse expressa uma visão de precarização da sociedade, que irá se refletir no mercado de trabalho. “Chegar ao entendimento de que a Defesa vale mais que a Educação, em um país sem conflitos externos como o Brasil, é uma visão que vai na contramão dos países democráticos. A maioria já está consciente de que o desafio é investir na sociedade do conhecimento, e isso se faz com educação”, analisa.

Compartilhe esta notícia!