TOPO

CPI do MEC: sob pressão do governo, Pacheco traça estratégia para evitar batalha jurídica

29/06/2022 | Editado em 11/07/2022 18:13

Com a ameaça de governistas de irem ao Supremo Tribunal Federal para barrar a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do MEC, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), tenta traçar uma estratégia para evitar que a batalha política seja novamente resolvida no campo jurídico. Após a oposição formalizar nesta terça-feira o pedido para abrir a CPI do MEC, cabe agora a Pacheco ler o requerimento no plenário da Casa para o colegiado ser instalado. De acordo com o líder da oposição, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), a expectativa é que isso aconteça até quinta-feira.

 

Compartilhe esta notícia!