TOPO

Dados da OCDE apontam que ‘mesmo estudando mais, as mulheres têm menos empregos’

24/10/2022 | Editado em 24/10/2022 16:57

Na coluna Conselho de Classe, na rádio CBN, Ricardo Henriques, superintendente-executivo do Instituto Unibanco, comenta estudo da OCDE que compara a educação do Brasil com outros países e destaca as desigualdades de gênero no mercado de trabalho. Enquanto apenas 37% das mulheres sem ensino médio estão empregadas no Brasil, entre os homens na mesma condição, 75% têm empregos. Após o ensino superior, o quadro melhora, mas segue desigual. ‘As mulheres também recebem recorrentemente menos’, acrescenta Henriques. ‘Para ter rendimentos equivalentes, as mulheres precisam estudar mais que os homens; e, mesmo assim, não há garantia.’

 

Compartilhe esta notícia!