TOPO

Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013 conecta profissionais de ensino de 5 estados

29/11/2013 | Editado em 29/11/2013 15:43

encontro_home_1

O Encontro Nacional de Supervisores Jovem de Futuro 2013 foi concluído na última quinta-feira (28/11). O evento ocorreu em Mogi das Cruzes (SP) e reuniu mais de 400 profissionais de ensino das redes de educação do Ceará, de Goiás, do Mato Grosso do Sul, do Pará e do Piauí.

Com o objetivo de fortalecer a cultura de rede, a programação buscou valorizar os conhecimentos e as experiências dos profissionais que são responsáveis por acompanhar as escolas parceiras do Programa Ensino Médio Inovador/Jovem de Futuro (ProEMI/JF) nos cinco estados. As atividades propostas promoveram uma intensa troca de vivências e saberes, nas quais supervisores, superintendentes e articuladores levantaram potências e desafios do cotidiano do trabalho.

Como medida programática, as equipes de todos os estados elaboraram um mapa de gestão, com propostas de ações necessárias para avançar no trabalho de articulação realizada pelos supervisores.

Essas medidas são essenciais para que a educação pública consiga ser transformadora. Segundo o superintendente do Instituto Unibanco, Ricardo Henriques, é no cotidiano que a mudança ocorre. “As maiores mudanças estão associadas a coisas que não são extraordinárias. A agenda do ordinário é talvez a principal agenda da mudança”, disse Henriques, durante palestra sobre o papel do supervisor.

Além de presencialmente, o evento também aconteceu no Facebook. Por meio do grupo Supervisores Conectados ProEMI/JF, os profissionais de ensino interagiam, opinavam, trocavam experiências e citavam o que mais chamava atenção durante as atividades. A ideia é que o grupo, depois do Encontro, seja um espaço de conexão e construção coletiva de soluções para os desafios do dia a dia.

Impressões

3 O dinamismo e o formato das atividades chamaram muito a atenção dos participantes. “As dinâmicas e a interação foram muito legais. A proposta de colocar, em diversos momentos, as pessoas em círculo e com rotação entre os grupos proporcionou bastante conhecimento”, explicou Fábio Dias Tavares, de Goiás.

José Orlando de Morais, do Pará, também ressalta que o dinamismo proposto pelas atividades o fez refletir sobre o dia a dia nas salas de aula. “Em outros tempos um palestrante não falaria com alguém mexendo com o Facebook do lado. O evento fez a gente repensar a aula, a forma de fazer a formação. Muito bacana a ideia de sermos o conteúdo, porque são muitos anos acumulados de experiência”, disse.

“Eu achei interessante a questão de ser conectado, de possibilitar um contato pela internet. O formato que fizeram foi bem bacana”, também destaca Ana Célia de Oliveira Ferreira, do Mato Grosso do Sul.

Experiente em Encontros Jovem de Futuro, Marcelino Ferreira Brandão, do Ceará, lembra a importância de os eventos sempre terem como proposta o trabalho conjunto. “Esse é o quarto Encontro que eu participo. Todos trazem, dentro da sua filosofia, a ideia que tem que compartilhar experiência. Dentro da área de Educação é isso que precisamos para que haja sucesso”.

4

Bastante motivada, Delma de Sousa, do Piauí, aponta como evento pode trazer impactos positivos para o seus dia a dia. “O evento foi simplesmente espetacular, aqui nós aprendemos a ver as coisas em uma amplitude maior. A gente já fica pensando o que vamos mudar no nosso fazer para conseguir mudar a educação, porque nós somos elementos de transformação e nós temos que fazer com que essa transformação aconteça nas escolas. Então, levar esse ânimo, esse estímulo todo para as escolas e realmente despertar nos alunos, nos gestores, que a educação pode realmente acontecer de forma melhor”.

 

Compartilhe esta notícia!