TOPO

Escolas estaduais terão ‘rombo’ de até R$ 30 bi

03/06/2020 | Editado em 18/06/2020 15:34 compartilhar

O jornal Valor Econômico, destaca estudo elaborado pelo Instituto Unibanco e Todos pela Educação, que mostra que o impacto fiscal da pandemia pode chegar a um rombo de R$ 30 bilhões. Na reportagem, Ricardo Henriques, superintendente executivo do Instituto Unibanco, destaca que o cenário indica para a precarização da educação pública num momento em que mais brasileiros devem precisar acessá-la. Ele estima que o período de normalização do calendário escolar e dos impactos financeiros tem chance de adentrar 2022.

 

Fonte: Instituto Unibanco e Todos pela Educação

Compartilhe esta notícia!