TOPO

Gestão Bolsonaro já cortou questões do próximo Enem

17/11/2021 | Editado em 17/11/2021 17:21

O governo de Jair Bolsonaro vem usando diversas estratégias, como a impressão de provas e a análise de pessoas externas ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), para tentar controlar o conteúdo do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Em meio aos 37 pedidos de exoneração de servidores do Inep, que criticaram a pressão e a “fragilidade técnica” da cúpula da autarquia responsável pelas provas, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que o Enem começa agora a “ter a cara” do governo.  Segundo apuração do Estadão, já houve supressão de “questões sensíveis” na prova.

Compartilhe esta notícia!