TOPO

Inclusão eleva ganhos de alunos com e sem deficiência, mas MEC quer separar turmas

23/08/2021 | Editado em 23/08/2021 18:24

Em contraste com o que o Ministério da Educação (MEC) tem defendido, a presença de alunos com deficiência em turmas inclusivas tem aumentado nas escolas brasileiras e se tornou maioria até na rede privada. O total de alunos nesses perfis cresceu 86% em uma década, chegando a 1,3 milhão, segundo dados do Censo Escolar da Educação Básica de 2020. Além disso, estudo do Instituto Alana com a ABT Associates de 2016 mostrou que alunos sem deficiência possuem opiniões menos preconceituosas e são mais receptivos a diferenças por meio da adoção de classes mistas.

 

Compartilhe esta notícia!