TOPO

Instituto Unibanco discute perspectivas efetivas de aprendizagem em webinário

26/03/2021 | Editado em 26/03/2021 13:03

Encontro realizado em 24 de março abordou técnicas e ações focadas nos estudantes do Ensino Fundamental 2 e do Ensino Médio

No dia 24 de março, o Instituto Unibanco realizou o segundo evento do Ciclo de Webinários Educação para Juventudes, que teve como tema as perspectivas efetivas de aprendizagem para todas e todos. Participaram do encontro Roberto Lent, neurocientista e coordenador-geral da Rede Nacional de Ciência para Educação; Katia Stocco Smole, diretora do Instituto Reúna e fundadora do Grupo Mathema; e Jorge Lira, Professor titular e pró-reitor de pesquisa e pós-graduação da Universidade Federal do Ceará. A mediação ficou a cargo de Maria Julia Azevedo, gerente de implementação de projetos do Instituto Unibanco.

Iniciando a conversa, Maria Julia destacou os objetivos do ciclo de webinários, que convida a comunidade escolar a conversar sobre o novo modelo de educação imposta pela Covid-19. “A pandemia nos forçou a lidar com essa situação de distanciamento, considerando que a presença é fundamental para a educação e aprendizagem”, afirmou. Segundo ela, é necessário dialogar sobre as questões de aprendizagem e ações para garantir que estudantes tenham recursos básicos para acompanhar as aulas neste novo ano letivo que começou em meio à pandemia.

Em seguida, Roberto Lent compartilhou uma visão científica e neurológica sobre a aprendizagem, além de trazer um exemplo de uma professora dando aula presencialmente a um aluno.  “A atenção do aluno oscila entre os olhos da professora e a lousa. Mas a informação está na lousa, não nos olhos dela. Então porque ele olha tanto para ela? Porque ela transmite empatia, emoção, motivação para que ele entenda o que está na lousa. Isso é uma grande evidência do quão limitado pode ser o ensino remoto, principalmente se for por meio de aplicativos, sem a presença da imagem do professor. Nesse formato, não há essa transmissão da empatia e provavelmente a aprendizagem é prejudicada porque metade da atividade cerebral do aluno não é exercida”, concluiu.

Katia Stocco trouxe para o debate a questão da evasão escolar diante da pandemia, especialmente entre estudantes do Ensino Médio, e que, mesmo entre os jovens que conseguem concluir a Educação Básica, grande parte chega ao final sem aprender tudo que deveria. Por isso, segundo ela, a busca ativa é essencial para evitar que os estudantes abandonem a escola. “Nós temos um desafio de não deixar nenhum aluno para trás, porque o Brasil passa, daqui bem pouco tempo, pelo bônus demográfico. Ou seja, vamos ter mais adultos do que jovens, vamos ser uma população envelhecendo a olhos vistos. E os jovens são a nossa solução. Eles são a esperança e nós precisamos acolhê-los”, apontou.

Já o professor Jorge Lira acredita que o melhor caminho para aferir a aprendizagem dos estudantes é por meio das avaliações diagnósticas, que possibilitam identificar os pontos fortes e as fragilidades no processo de ensino-aprendizagem. Entretanto, esse instrumento precisa ser acessível e customizável aos interesses de cada rede de ensino, além de estar alinhado aos currículos existentes e de ter questões mais assertivas, que realmente gerem resultados palpáveis. “Perguntas bem direcionadas e mais básicas, fundantes, permitem separar melhor os alunos”, afirmou.

Finalizando o encontro, Maria Julia enfatizou que a participação dos alunos nas atividades educacionais é essencial, uma vez que muitos deles estão ficando pelo caminho. “A presença dos estudantes, a continuidade dos estudos, a preservação das trajetórias deles, é muito relevante”, concluiu.

Para assistir ao webinário Perspectivas Efetivas de Aprendizagem para Todas e Todos, acesse:

Estratégias para a redução do abandono e evasão

O próximo webinário do ciclo Educação para Juventudes, no dia 31 de março (quarta-feira), discutirá as Estratégias para a redução do abandono e evasão. Com mediação de Daniela Arai, coordenadora de desenvolvimento da gestão no Instituto Unibanco, o encontro contará com a participação de Julia Ribeiro, oficial de Educação do Unicef no Brasil; Magnólia Morais, Coordenadora dos Órgãos Regionais de Educação e Cultura do Rio Grande do Norte e gestora estadual da busca ativa escolar; e Vilmar Lugão de Britto, presidente da Undime-ES e Secretário Municipal de Educação de Jerônimo Monteiro (ES). O webinário Estratégias para a redução do abandono e evasão será transmitido ao vivo pelo canal do Instituto Unibanco no YouTube, com tradução em libras, a partir das 16h.

Compartilhe esta notícia!