TOPO

IU promove formação para mais de 1.500 profissionais de 5 redes estaduais

14/11/2013 | Editado em 14/11/2013 14:53

O Instituto Unibanco finalizou, na última quarta-feira (13/11), a formação de Introdução ao Programa Ensino Médio Inovador/Jovem de Futuro (ProEMI/JF) para supervisores das Secretarias de Educação do Ceará, de Goiás, do Mato Grosso do Sul, do Pará e do Piauí. Ao todo participaram cerca de 170 profissionais.

Até janeiro de 2014 também será concluída a formação de 1.670 gestores escolares dos estados do Ceará, Goiás, Mato Grosso do Sul e Pará. “A ideia é apresentar o programa como política estadual para o Ensino Médio, que busca o fortalecimento da gestão escolar para a melhoria da aprendizagem e o redesenho curricular”, explica Fernanda Erlea, do Instituto Unibanco.

O ProEMI/JF reflete uma parceria público privada entre o Ministério da Educação (MEC), cinco Secretarias Estaduais de Educação e o Instituto Unibanco, que permitirá, até 2016, universalizar o programa nas escolas públicas de Ensino Médio do Ceará, Goiás, Mato Grosso do Sul, Pará e Piauí, atendendo cerca de 2.500 unidades de ensino e mais de 2 milhões de alunos. Além de incentivar o redesenho curricular das escolas, o programa também busca fortalecer a gestão escolar, com foco na melhoria dos resultados de ensino.

Como será iniciado em 2014 um novo ciclo de entrada de unidades de ensino no ProEMI/JF nos cinco estados parceiros, a formação é essencial para sensibilizar os profissionais envolvidos. “É um momento de conquista, de motivação. O projeto exige muito comprometimento e dedicação de todos. Por isso, eles precisam acreditar que podem construir as ações e que o sucesso do projeto depende da participação de todos”, diz Fernanda.

A atividade para supervisores apresentou e discutiu políticas de educação para o Ensino Médio, conceitos de juventude e educação de jovens, estrutura e passo a passo do Jovem de Futuro, assim como a definição, a importância e o papel de cada envolvido (coordenador, supervisor, diretor escolar, professor e estudante) no processo. A formação dos gestores discute os mesmos temas, mas com um olhar direcionado à gestão e à rotina escolar.

“A ideia é trabalharmos com conhecimento aplicado, discutindo esses temas direcionados nos contextos do programa e da escola”, conta Fernanda. Para ela, a formação é ainda fundamental para aproximar escolas e supervisores, além de incentivar a troca de conhecimentos e experiências entre os envolvidos.

Próximas formações
Gestores escolares
CE – 18 a 22 de novembro de 2013
GO – 06 a 10 de janeiro de 2014
PA – 18 a 22 de novembro de 2013

Compartilhe esta notícia!