TOPO

Secretários defendem adiar Enem; juíza nega

13/01/2021 | Editado em 13/01/2021 17:56

O Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass) enviou ao Ministério da Educação (Mec) um ofício que defende o adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), marcado para os dias 17 e 24 de janeiro. O documento afirma que neste momento de expressivo aumento de casos e mortes causadas pelo coronavírus, a realização da prova pode ocasionar uma explosão de casos. A Defensoria Pública da União (DPU) e o Ministério Público Federal (MPF) já haviam entrado com um pedido de prorrogação do Enem, que foi negado pela Justiça Federal. O DPU está recorrendo da decisão. Por outro lado, o MEC já afirmou que não irá adiar a realização da prova.

Compartilhe esta notícia!