TOPO

Site disponibiliza dados sobre crianças e jovens fora da escola

04/06/2014 | Editado em 04/06/2014 15:35

Mais de 3,8 milhões de crianças e adolescentes entre 4 e 17 anos estão fora da escola. O dado é o destaque inicial do site Fora da escola não pode!, desenvolvido pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), em parceria com a Campanha Nacional pelo Direito à Educação.

Apresentado durante o 6º Fórum Nacional Extraordinário dos Dirigentes Municipais de Educação, o site utiliza microdados do Censo de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e outras pesquisas. Ele mostra, em cada município, quantos estão fora da escola e quem são essas crianças e adolescentes, de acordo com idade, sexo, cor/raça, renda familiar e nível de instrução dos responsáveis.

O site ainda traz ainda exemplos de como combater o problema e instituições às quais se pode recorrer, como conselhos tutelares, Ministério Público e organizações da sociedade civil.

Durante o evento da Undime, o Unicef e a Campanha Nacional pelo Direito à Educação também também laçaram o relatório “O Enfrentamento da Exclusão Escolar no Brasil”.

Analisando os dados é possível verificar que os mais excluídos são meninas e meninos negros, que vivem no campo, em famílias de baixa renda, com pais ou responsáveis com pouca ou nenhuma escolaridade.

De acordo com o relatório, o Ensino Infantil e o Ensino Médio são os principais desafios, sendo que 1,7 milhões dos jovens que não estão na escola, tem entre 15 e 17 anos, faixa etária que equivale ao Ensino Médio e que representa 44,8% do total dos que estão fora da escola.

O relatório aponta que a baixa escolaridade dos pais e o racismo também são também algumas das barreiras ao direito das crianças e jovens à educação.

Acesse:
Site
http://www.foradaescolanaopode.org.br/
Relatório
http://www.foradaescolanaopode.org.br/downloads/Livro_O_Enfrentamento
_da_Exclusao_Escolar_no_Brasil.pdf

 

Compartilhe esta notícia!