TOPO

Sou branca, privilegiada, mas quero ao meu lado um país mestiço, diverso, diz Neca Setubal, do Itaú

02/08/2021 | Editado em 02/08/2021 15:41

Após comemorar seus 70 anos e décadas de dedicação a questões sociais, sem se envolver com os negócios do banco de sua família, Maria Alice Setubal, herdeira do conglomerado Itaú-Unibanco, se tornou protagonista das demandas de diversidade dentro das empresas das quais é acionista. Em entrevista à Folha de S. Paulo, Neca Setubal, como também é conhecida, falou sobre colocar o valor do diverso como norte de suas ideias no campo da educação e em um possível confronto político, em 2022, com Lula e Bolsonaro em uma disputa de segundo turno à presidência. Neca também abordou a importância da defesa da democracia e o avanço do extremismo de direita no país.

 

Compartilhe esta notícia!