TOPO

Toffoli suspende política de Bolsonaro que incentiva separação de alunos com deficiência

02/12/2020 | Editado em 02/12/2020 15:18

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli suspendeu, nesta terça-feira (1), um decreto do presidente Jair Bolsonaro que incentiva a criação de salas e escolas especiais para crianças com deficiências e transtornos globais do desenvolvimento. O decreto é considerado um retrocesso nas políticas de inclusão, pois abre brechas para que as escolas passassem a não aceitar alunos com essas características. Tema será analisado pelo plenário virtual do STF a partir do dia 11 de dezembro. O Ministério da Educação (MEC) ainda não se manifestou sobre a decisão.

Compartilhe esta notícia!