TOPO

Instituto Unibanco lança podcast Artigo 205

20/10/2021 | Editado em 20/10/2021 10:46

Com edições semanais, programa busca discutir melhorias nas políticas públicas voltadas à aprendizagem dos jovens

O Instituto Unibanco acaba de lançar o Artigo 205 – Um podcast em defesa do direito à educação. Produzido pela Rádio 2 e com apresentação dos jornalistas Marta Avancini e Rubem Barros, o programa debaterá semanalmente a importância da gestão para a melhoria das políticas públicas que garantem a aprendizagem de todos os jovens. Seu nome, Artigo 205, faz uma referência ao artigo da Constituição Federal que trata do direito à educação.

Para Ricardo Henriques, superintendente-executivo do Instituto Unibanco, o podcast chega em um momento essencial para a educação brasileira.

“A sociedade tem à frente o desafio imenso de superar o gargalo causado na educação em decorrência da pandemia do Covid-19, que, inclusive, atingiu mais cruelmente a juventude negra e periférica”. Neste sentido, ele considera fundamental o estabelecimento de “pontes de diálogo com toda a comunidade escolar, de forma a potencializar soluções e ideias que nos ajudem a acelerar a aprendizagem dos jovens”.

Nesta primeira temporada, o Artigo 205 contará com oito episódios que discutirão temas como liderança escolar, Novo Ensino Médio, regime de colaboração, evasão escolar, equidade na educação, financiamento e avaliações. O programa de lançamento, que trata do papel dos diretores, já disponível nas principais plataformas de podcasts (como Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google Podcast, SoundCloud e outras). Os demais capítulos irão ao ar toda quarta-feira, até o dia 8 de dezembro.

Confira o perfil do podcast em cada uma das plataformas aqui.

Serviço

Artigo 205 – Um podcast em defesa da educação

Periodicidade: semanal, com divulgação às quartas-feiras, a partir das 0h, até 8 de dezembro.

Plataformas disponíveis: Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google Podcast e SoundCloud

Página com links das plataformas:

www.institutounibanco.org.br/iniciativas/especiais/podcast-artigo-205/

 

Temas dos primeiros episódios

  • Episódio 1 – O papel dos diretores: A gestão educacional é fundamental para aumentar a aprendizagem dos estudantes e o diretor de escola é o elo que conecta as diretrizes e políticas públicas ao dia a dia de professores, estudantes e de todos os envolvidos no cotidiano da escola. No episódio de estreia, o Podcast Artigo 205 discute a importância da liderança do diretor e fala sobre o documento desenvolvido pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), com participação da sociedade, para orientar a seleção e formação de diretores.
    • Participação: Ana Cristina Oliveira, pesquisadora da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO); Julia Sant’Anna, secretária de Educação de Minas Gerais; Denílson Garcia, diretor escolar de Santa Maria do Jetibá, no Espírito Santo; Juliana Reis, diretora escolar de São Paulo (SP).
  • Episódio 2: A hora do Novo Ensino Médio: Criado para tornar a escola mais significativa para os jovens e melhorar a aprendizagem, o Novo Ensino Médio começa a sair do papel. Este episódio trata da construção dos novos currículos, da formação de professores e de como as secretarias de educação estão comunicando as mudanças para suas redes em busca de adesão.
    • Participação: Kátia Smole, ex-secretária de Educação Básica do MEC; Antônio Augusto Batista, Doutor em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG); Gabriela Moriconi, pesquisadora da Fundação Carlos Chagas; Gabriela Lotta, mestre em Administração Pública e Doutora em Ciência Política pela Fundação Getúlio Vargas (FGV); e Vítor de Angelo, secretário estadual do Espírito Santo e presidente do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed).
  • Episódio 3 – O novo ensino médio na prática: A implementação do Novo Ensino Médio vai exigir um processo contínuo, ao longo dos próximos cinco anos, com acompanhamento, adequações e muito investimento por parte de governos e gestores públicos da Educação. Neste segundo episódio sobre o tema, os jornalistas Marta Avancini e Rubem Barros discutem com os seus convidados os desafios, especialmente no âmbito federal, para o sucesso do projeto.
    • Participação: Gabriela Lotta, mestre em Administração Pública e doutora em Ciência Política pela Fundação Getúlio Vargas (FGV); Vítor de Angelo, secretário estadual do Espírito Santo e presidente do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed); Rosimere de Albuquerque Silva, diretora escolar da Rede Estadual de Ensino de Pernambuco; Osvany Gundim, superintendente de Ensino Médio da Secretaria de Educação do Estado de Goiás; e Rita Jobim, coordenadora de Políticas de Ensino Médio do Instituto Unibanco.
  • Episódio 4: O desafio da intersetorialidade na educação: As relações da escola e das secretarias de educação com outras instituições do estado e da sociedade são essenciais para a garantia da aprendizagem e da permanência do estudante na escola. Mas quais são as possibilidades e desafios envolvidos nessa articulação? Como promover a intersetorialidade entre educação, segurança, saúde e assistência social?
    • Participação: Fernando Abrucio, cientista político e coordenador da área de educação do Centro de Estudos de Administração Pública da FGV; Mozart Neves Ramos, membro do Conselho Nacional de Educação; Binho Marques, ex-secretário estadual de Educação e de Inclusão Social do Acre. Os diretores escolares da rede de ensino do estado do Ceará, Francisco Pinheiro e Neusimar Felipe dos Santos, contam como o trabalho em regime de colaboração com outras áreas e setores municipais contribuem para a gestão escolar.
  • Episódio 5 – Evasão e abandono, a luta para manter os alunos na escola.
    • Participação: Daniela Arai, coordenadora de Desenvolvimento da Gestão no Instituto Unibanco; Romualdo Oliveira, diretor de Pesquisa e Avaliação do Cenpec; Rosangela Fritsch, pesquisadora da Unisinos; Michele Lins Teles Monteiro, diretora escolar em Maceió (AL); e Fabiana Pereira da Silva, coordenadora pedagógica em Boa Vista (RR). Participam também os alunos Alex, do 9º. Ano do Fundamental de Maceió (AL); Laila, do 3º Ano do Ensino Médio em Duque de Caxias (RJ); e William, do2º. Ano do Ensino Médio, em São Paulo (SP), além de seu pai, Carlos Stapf.

Compartilhe esta notícia!