TOPO

Conheça a experiência do AM com tecnologias de mediação do ensino e os desafios da crise

19/05/2020 | Editado em

No difícil contexto da saúde do Amazonas, Raimundo Barradas, secretário executivo adjunto pedagógico da Seduc compartilha a vivência do estado com o uso de tecnologia, que já trabalhava com ferramentas para mediação tecnológica em locais distantes e neste momento de distanciamento social ampliou seus recursos como: os canais de TV aberta, aplicativo de mensagem para tirar dúvidas dos alunos, o uso intensivo do ambiente virtual de aprendizagem entre outras ações. A experiência do Amazonas inspirou várias outras redes na organização do ensino a distância e forneceu aulas gravadas de diversos conteúdos para outros estados como São Paulo e Espírito Santo. Raimundo também fala da preocupação em fornecer informação para garantir a vida nas comunidades isoladas e povos indígenas e como é possível contextualizar a educação e promover aprendizados da situação atual.