TOPO

Maioria dos países cancelou ou adiou exames nacionais, aponta levantamento do Instituto Unibanco

11/05/2020 | Editado em 10/06/2020 21:48 compartilhar

Sobre o impacto da pandemia de Covid-19 nas avaliações dos sistemas educacionais ao redor do mundo, o cancelamento ou adiamento das provas de âmbito nacional e a alteração dos conteúdos dos exames têm sido as medidas mais comuns adotadas pelos países. É o que aponta levantamento realizado pelas pesquisadoras Carolina Campos, Flavia Defacio, Débora Lira, Leticia Souza e Victoria Sonnenberg sob encomenda para o Instituto Unibanco. 

O estudo analisou quais as mudanças promovidas por 27 países de todos os continentes em exames de acesso e conclusão do Ensino Médio, de acesso à universidade e outras avaliações estudantis.

O levantamento destaca ainda que dos 27 países analisados, apenas 5 mantiveram as avaliações de acesso à universidade na data prevista e em outros dois (Itália e Finlândia) a situação ainda é indefinida. Em 20 países, o exame foi adiado, cancelado ou substituído por outra forma de avaliação.

A pesquisa mostra, portanto, que o Brasil está na contramão das medidas adotadas no mundo, dado que aqui o Ministério da Educação já anunciou que a data do Exame Nacional do Ensino Médio não sofrerá alterações.

Para acessar o levantamento completo, clique aqui

Compartilhe esta notícia!