TOPO

O iceberg e os timoneiros do futuro

11/04/2022 | Editado em 11/04/2022 16:45

Em sua coluna no Estadão, o jornalista e escritor João Gabriel de Lima compara os últimos acontecimentos envolvendo agentes do Ministério da Educação com os rumos de uma embarcação. O autor lembra que o Ministério é uma das pastas mais importantes do poder executivo, com capacidade de amenizar grandes problemas institucionais. “Ministros da Educação são como timoneiros do futuro, já que pelo menos dois de nossos problemas crônicos – desigualdade alta e produtividade baixa – dependem, fundamentalmente, da melhora de longo prazo na qualidade do ensino”, afirma o escritor. João termina a metáfora falando que os últimos  ministros foram responsáveis por “embicar o nosso futuro na rota do Iceberg”.

 

Compartilhe esta notícia!