TOPO

Dia da Escola: a importância do espaço escolar para comunidades

15/03/2022 | Editado em 16/03/2022 11:10

O Dia da Escola é comemorado em 15 de março e a data é sempre um convite para refletirmos sobre a importância desse espaço para o desenvolvimento social nas comunidades em que está inserido.

As escolas públicas são a garantia prática do direito ao acesso à educação assegurado pela Constituição Brasileira mas, mais que isso, elas são locais estratégicos para viabilizar outros direitos aos cidadãos, tais como o acesso ao lazer e à cultura. Podemos listar muitos dos papéis que o espaço escolar tem em cada região, mas fato é que, principalmente nas comunidades mais vulneráveis, ela é um agente mobilizador.

A importância da escola também está relacionada com a atenção que a gestão dá para o uso desse espaço público no auxílio à comunidade. As ações que buscam dar voz ativa e variadas funções ao ambiente escolar rendem resultados positivos para pais, alunos e a sociedade como um todo. E, entre as ações que a escola pode realizar, destacamos quatro:

1 – Abordar temas relevantes para a comunidade

Trazer temáticas que façam parte da realidade local onde a escola está inserida é um ponto importante de conexão e de auxílio que pode ser realizado. 

Isso foi feito na E.E.E.F.M São Luis (Santa Maria de Jetibá-ES), onde um projeto de intervenção foi desenvolvido. Lá a maioria das famílias é de agricultores e os alunos tinham dificuldade de ir à escola. Por isso, a gestão incentivou a criação de um projeto com o tema “agrotóxicos”. A partir disso os estudantes foram envolvidos na pesquisa e intervenção direta na comunidade, visitando espaços rurais e pensando sobre o uso dos produtos.

2 – Abrir a escola para a comunidade

Facilitar o acesso e uso do espaço escolar pela comunidade é uma outra forma de fazer a diferença.

Na E. E. Professor Patrício Ferreira Gomes (Teófilo Otoni-MG), por exemplo, quando a gestão escolar identificou que a falta da sensação de pertencimento era um fator decisivo para o vandalismo e a indisciplina na escola, surgiu a ideia de abrir o espaço aos finais de semana e promover atividades esportivas e recreativas para toda a comunidade. Assim, foi possível fortalecer o sentimento de pertencimento e o zelo pelo ambiente escolar.

3 – Estimular habilidades socioemocionais na comunidade

Outra possibilidade que a escola tem de melhorar o desempenho dos alunos e a relação com a comunidade em que está inserida é por meio do estímulo a habilidades socioemocionais. 

A escola Rita Aguiar Barbosa (CE) é um bom exemplo de como fazer isso. Pois a gestão percebeu que a relação conflituosa entre pais e alunos afetava diretamente o dia a dia na escola e resolveu entender melhor a problemática aplicando questionários entre os estudantes. Depois, os resultados obtidos foram utilizados  para fazer um encontro entre pais e filhos com a mediação escolar a fim de estabelecer diálogo e reforçar os laços familiares.

4 –  Firmar compromisso coletivo que envolva todas as esferas da comunidade

A escola é um espaço de conexão e pode ser agente mediador para firmar compromissos coletivos em prol da melhora da comunidade. 

Como fez o Colégio  Estadual Odilon José de Oliveira (Iporá – GO), que reuniu pais, alunos e representantes de instituições locais para firmarem compromissos pela melhoria dos índices de frequência e desempenho escolar. O projeto se baseou em identificar as áreas críticas para depois atuar, fazendo um levantamento dos problemas que geravam os baixos índices e depois um encontro com a comunidade, onde firmaram compromissos para mudar a realidade.

Esses são apenas alguns exemplos para inspirar e incentivar a realização de ações que façam da escola um espaço ainda mais transformador, necessário e fundamental para a sociedade.

Compartilhe esta notícia!